quantos estao lendo agora

gostou? recomende


quarta-feira, 13 de maio de 2009

Um procedimento, uma negligência...

...uma fatalidade,várias sequelas e sequelados
 
Aos 18 de setembro de 2007, eu e meu esposo, Luiz percorremos cerca de 60km, rumo a capital do estado, onde tínhamos agendado consulta com um urologista. O motivo era um cálculo renal, que estava localizado no ureter. Naquela tarde, aquele setor da capital era novidade pra mim, mesmo sabendo que tem como um ponto turístico da cidade, onde os calouros fazem suas comemorações do grande vestibular.

Naquela tarde, o Luiz me contou como ele e os colegas aprontaram na época do Objetivo, como diz ele. Mas ele estava feliz, confiante que tudo ia dar certo e que nós tínhamos muito, muito a comemorar pois não seria esta pedra que o limitaria a realizar os planos dele, que inclui uma pós-graduação e o tão sonhado concurso pra perito do estado e ou de agente de polícia federal, juntamente com o da Abin.

Após consulta, tudo certo. Método que não conhecíamos: uretolitrotripsia. Procedimento rápido, de uma hora no máximo. No momento da consulta, foram feitas as perguntas de prax, tipo,como seria,o tamanho do cálculo, e o mais frisado, foi eu falar pro médico que ele não tinha medo de bala "munição", mas de agulha sim. No momento o Luiz olhou pra mim, tipo assim” “Eita, mas você fala, hein?” ou “Mas você, hein?”

No dia seguinte foi marcado pra logo pela manhã, às dez horas, a cirugia, mas que estivessémos lá às 8:00h. Foi uma viagem tranqüila. Ele agradecia a Deus por tudo. Pelo Sol, pelo carro, pelo auditor ter liberado o procedimento rápido e, principalmente pelo estacionamento de frente à porta do Hospital. Houve a internação.Meias hora depois,o Luiz vem com o técnico que fala pra mim: “Gata, busca os raios x pra mim". E tinha que entregar na porta da leito pra o técnico.Foi a ultima vez que meu marido falou comigo consciente e, por ironia me pediu algo. Não foi nem 15minutos, eu vi foi o corre-corre.

Todos os médicos, todos que estavam em salas de biópias, ultrassons, enfim. Daoí foi um sufoco.Os minutos não passavam, ninguém falava nada pra mim, nem me diziam nada, depois de mais de uma hora Eu perguntei: “E aí, doutor, como estás.está tudo bem? Ele é muito nervoso.”
E isso foram 5 horas. Quando deu o horário de almoço,que aquele técnico saiu pra almoçar,e eu perguntei: "e aí?"
Ele respondeu: “Está tudo bem, estamos apenas esperando ele acordar da anestesia,pra que ele suba caminhando pra o quarto.” É claro que isso já era por volta das 15:00. De repente,vem a única médica que entrou e não saiu pra falar comigo.
Ela disse: “Olha ,o sr Luiz, nós resolvemos transferir ele pra uma UTI, que é no hospital dos rins, porque ele teve uma apneía e uma convulsão. Daí sedamos mais um pouco. Mas ele, novamnete no termino da anestesia, deu outra convulsão”. Meu mundo foi. Acabou. Acreditem.Na hora eu falei: “O que foi,um infarto, um AVC?” . Ela me disse: “Ainda não sabemos, mas está tudo certo.” Na hora eu falei: “Como eu vou chegar até lá. Eu não sei como ir de onde estou. A própria médica disse: “Eu levo você, dirijo seu carro.”

Liguei pra minha casa. Foi um sufoco, um tormento,uma agonia. O que foi na verdade a agonia foi ver me marido entubado, passando no corredor. E eu gritava e fazia pressão, como se fosse pra reanimá-lo. Os olhos dele lacrimejaram. Acreditem, eu não estou doida. Ele me ouviu. Eu pedi: “Reaja, preciso de você, necessito de você, volta, volta, volta...
Na hora,o paramédico disse: “Ele não tá ouvindo não, está sedado.” Mas, pra mim,ele me ouviu mesmo. Daí pra frente, eu não sei mais definir minha vida. A nossa vida.Tive que ir dirigindo sozinha, seguindo a UTI, onde a mesma atravessava todos os sinais vermelho. E tal médica foi com ele. Mas,eu não me perdi e cheguei após o médico da UTI móvel prencher o recibo do translado.

Foram dez dias entubado. Daí 15 dias em estado confuso. Com laudos da tomografia,que nada constatou.Mas que não justificava o estado de confusão.Pedi pra que transferisse ele pra um quarto, onde, quem sabe, ele pudesse acalmar e se situar quem nós somos. E isso, sabe por quê? Pela profissão dele, ele nunca dizia quem ele era.
Quando fomos pro quarto eu pedi a ressonância magnética, daí foi constatado o AVC. Houve um AVC isquêmico,onde a parte mais afetada foi a lobo occipital,atingindo o tálamo.
Depoimento enviado por Márcia G.

6 comentários:

SUELY disse...

Muito, muito emocionante o seu depoimento, Márcia. Imagino tudo que vc passou. Qtos anos Luiz tinha quando isso ocorreu? Vocês têm filhos?

Anônimo disse...

Olá,Suely,eu vejo como desesperador tanto o meu como de todos que passam por este momento.
Na época ele tinha 40anos.Ele não tinha predisposição pra um quadro de AVC.
Temos 3 filhos,12,10,8 respectivamente,isso hj.
Qualquer coisa,estou sempre por aqui.

Suely disse...

Uma situação não é melhor nem pior do que outra. Vejo os depoimentos e comparo a situaçao de minha familia a de todas outras que convivem com o mesmo drama. Quando tudo parece muito difícil, me lembro daqueles que estiveram perto da gente na UTI e nao podem estar aqui, no grupo dos SOBREVIVENTES. O mais importante é isso: estarmos aqui, neste grupo.

sobreviventes do avc disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
BETE disse...

É QUERIDA INFELISMENTE,AS IMPRUDÊNCIAS ACONTECEM,E NUNCA ASSUMIDAS...........MAIS TENHA CERTEZA O ÚNICO QUE É PRUDENTE É DEUS, E ELE NUNCA ,JAMAIS TE ABANDONARÁ.......E TENHA FÉ ESTA LUTA SERÁ VENCIDA, VOCÊ É UMA MULHER FORTE,E SEU MARIDO LOGO ESTARÁ BEM TENHA FÉ.........

Suely disse...

Cada vez mais creio que Deus traça certo por linhas tortas... E tudo tem razão de ser. Às vezes temos de abrir mão de algumas coisas pra obter outras. Vamos tentar pensar com otimismo. Quem sabe, Ele não precisou desse recurso para nos mostrar outros caminhos e até mesmo para nos salvar. Afinal, estamos aqui, com força e coragem para continuarmos a viver, mantendo a dignidade!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

TRANSLATOR

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish
Translator Widget by Dicas Blogger
Edit this page (if you have permission) | Report abuse Google Docs -- Web word processing, presentations and spreadsheets.