quantos estao lendo agora

gostou? recomende


quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

AVCH e 2 cirurgias


Era 07/09/2011, feriado... passamos um dia normal, eu, meu namorado e minha sogra, com 57 anos, almoçamos junto na mesa, tomamos café da tarde,  após isso tiramos todos um cochilo, a noite minha sogra foi na igreja (somos da Adventista da Promessa), e eu e meu namorado fomos na pizzaria.
Terminado o culto, ela nos liga para irmos buscá-la, normal, falando... chegamos lá, ela veio amparada por um amigo, achamos que fosse a pressão, pois ela havia tido alguns problemas com ela no incío do ano, ela estava sentindo uma forte dor de cabeça e nuca rígida, falava normal porém pela voz vc podia perceber a dor que ela estava sentindo.

Ela estava dando um testemunho na igreja devido a uma graça alcançada referente a um emprego, e após o testemunho, sentou e sentiu a nuca rígida e as pernas travaram (porém logo voltaram), a levamos ao UPA (Unidade Pronto Atendimento), diagnosticaram alteração na pressao, medicaram para dor de cabeça e pressão, no UPA ela vomitou.

Foi embora, dormiu, e acordou com a memória falha.. perguntando de em minutos que horas eram, e a dor na cabeça ainda existia, embora menor. Meu namorado deu remédio pra dor de cabeça, e ela dormiu novamente, após 1 hora acordou com a mesma memória... Ele desconfiado a levou num neuro, no mesmo dia fez a tomografia, e o neuro diagnosticou AVC hemorrágico, com suspeita de ter sido provocada por um aneurisma, foi transferida para um hospital público da cidade onde possuia aparelho para exames, passou a noite esperando uma vaga na UTI, logo pela manhã foi para a UTI, na hora do almoço fez o exame, realmente era um aneurisma que havia se rompido do lado direito do cérebro. Minha sogra sempre foi saudável, andava pra todo lado a pé

O dr a levou direto para a sala de cirurgia (09/09/11) para clipar o aneurisma, e tirar uma calota do crânio para diminuir a pressão intracraniana e ter espaço, pois cérrebro iria inchar, foram 5 horas de espera angustiante, nós 2 e algumas visitas ao longo destas 5 horas na sala de espera... Ao fim da cirurgia o dr disse que ao clipar a veia, ela se rompeu novamente, o que significaria qse 100% do lado esquerdo do corpo ficar paralisado, pois com o rompimento teve q ser clipado 3 x, comprometendo o fluxo de sangue daquele lado. Saiu da cirurgia em coma induzido e permaneceria assim sem previsão, passado o final de semana, na segunda-feira meu namorado foi no hospital na hora do almoço para saber como ela estava, o médico informou que o cérebro havia inchado muito, a ponto de pressionar o globo ocular direito, a pupila estava dilatada, se não fizéssemos nada, ela iria morrer, a outra pupila iria dilatar e seria morte cerebral, e que existia uma alternativa como médico, como neuro ele já havia feito tudo o que deveria ser feito, a cirurgia seria retirar uma parte de massa encefálica do lado direito para ter mais espaço para o cérebro se posicionar qdo inchasse mais, mas q essa cirurgia poderia não adiantar em nada e ela tb poderia chocar na mesa...

Caiu o chão.. meu namorado chamou todos que consideram da família para decidir se faria esta cirurgia ou não.. hj parece óbvio, mas no dia não era, entendemos praticamente "sua mãe está morrendo, vc pode esperar ou adiantar a morte dela", ele deu 1% de chances de vida a ela com a cirurgia...
Optamos por fazer a cirurgia, Deus estava dando uma ferramenta para operar um milagre, iríamos usá-la. Antes da cirurgia meu namorado falou para o dr que confiava no potencial dele (e que potencial, excelente médico), e que Deus iria guiá-lo durante a cirurgia.

Ficamos na porta da UTI esperando minha sogra ser levada para a sala de cirurgia, (ainda em coma induzido), ela estava muito pálida e desacordada, tive uma impressão horrível em vê-la daquela forma, mas a todo o momento eu via um milagre, em momento algum eu desacreditei e imaginei nós velando ela... sempre tive fé em Deus.
A cirurgia durou +- 5 horas, e nós 2 naquela sala de espera aguardando... a operação ocorreu tudo bem, ela não chocou na mesa, mas as esperanças dela acordar bem eram mínimas, o médico havia nos dito que ela poderia nunca mais acordar (ficar vegetativa).... continuou em coma induzido por +- 10 dias, entubada, e com traqueostomia, o médico tirou a sedação, e no dia 26/09 ela abriu um olho (esquerdo) e mexia a mão e perna direita bem devagar, no dia 29/09 ela já respondia as perguntas com sim e não piscando o olho aberto... e assim foi, bem lento, mas cada movimento, cada novidade era para glória de Deus.

No dia 12/10 (feriado e niver do meu namorado), minha sogra foi transferida erroneamente (pelo médico plantonista) para o quarto, o médico havia informado que primeiro iria pra semi intensiva, mas assim pudemos passar o dia com ela, a noite foi transferida para a semi.
Com o passar dos dias, ela mexia a boca, mas não saia som, não tinha forças (e estava com a traqueostomia), tentava escrever, mas era cada garranjo que mal entendíamos.
Uns 15 dias depois foi transferida para o quarto, continuada com a traque, se alimentando por sonda... com o passar dos dias, fechávamos a traque e ela conseguia conversar, mas se cansava muito...

No dia 17/11 recebeu alta.. já se comunicava normalmente.
Hoje está em casa, sem a traqueo, sem a sonda (tirou ontem), começou a comer alimentos pela boca, conversa de tudo, ri, conta piada, era uma pessoa muito reservada, hj completamente desinibida, algumas vezes a memória está bem confusa, mistura passado e presente, outras vezes bem lúcida, alguns dias chora, mas não está deprimida... passa muito mais tempo sorrindo q lamentando, ora, pede a Deus para tirá-la daquele leito... tem fé apesar de tudo.

A sequela é o lado esquerdo paralisado (só mais um milagre, que creio, pode fazer os movimentos voltarem), e a memória confusa...algumas vezes tem algumas alucinações, no momento completamente dependente.. mas a recuperação está só no começo.
O outro olho também já abriu, ele não se movimenta normalmente, mas ela enxerga com ele também.
Uma irmã dela de outra cidade está aqui para ajudá-lo, e uma enfermeira o dia todo...
O médico se surpreendeu, e os enfermeiros do hospital também em vê-la viva e tão comunicativa...
Continua sem a calota na cabeça, a cirurgia será planejada daqui uns 3 meses....
A todo momento acreditamos em Deus, que ele operaria um milagre, e Ele o fez, continuamos a crer nele... apesar de todo o milagre, existem dias difíceis que vivemos e que ainda iremos viver... mas cremos no propósito do Senhor, e isto tudo servirá para um gde e belo testemunho do teu poder.
Os médicos tem que ser realistas e falarem o que pode acontecer, eles não sao pessimistas, eles só não podem te encher de esperanças e derepente acontecer o contrário..
Mas entrega e confia no Senhor, que Ele tudo pode!
Eu volto aqui daqui uns meses para contar como está a evolução da minha sogra.

M.M.B - Votuporanga - SP
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

TRANSLATOR

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish
Translator Widget by Dicas Blogger
Edit this page (if you have permission) | Report abuse Google Docs -- Web word processing, presentations and spreadsheets.