quantos estao lendo agora

gostou? recomende


sexta-feira, 14 de maio de 2010

Derramou, e agora?

Olá Pessoal, meu nome é Rogério Giro, estou aqui para passar um pouco da minha experiência pós AVC-H que tive em maio de 2004. Apesar de já terem se passado 6 anos, não parece que um foi tempo longo, já que no começo parecia que nunca iria melhorar, queria andar, tomar banho sozinho, sair de casa, mais tudo era difícil. Não conseguia dominar meu corpo, o qual foi obediente por 41 anos e de repente era ele quem me dominava. Bem, vou contar como tudo aconteceu.
Eu morava no RJ quando fui transferido para SP, onde moro até hoje, em Jundiaí. Cheguei com a família, minha esposa, Dinah e meu filho, João Henrique, em fevereiro de 2004 e em maio do mesmo ano tive um AVC Hemorrágico. Estava com meu filho em casa, era domingo à noite e meu filho estava no videogame o dia todo e acabei me estressando com ele por não ter feito nada além do tal jogo. Comecei a "pedir" para desligar o bendito videogame e arrumar suas coisas, quando senti um "chacoalhar" na cabeça, uma espécie de vertigem, estava na cozinha, pedi que ele me ajudasse a ir pra sala. Quando me sentei na poltrona, já não senti o lado esquerdo, pensei logo, estou tendo um derrame! Comecei a ter vômitos e sentir muito sono, meu filho chamou uma ambulância que não demorou muito. Só me lembro até me descerem o elevador, depois entrei em coma. Passei 20 dias no hospital, 10 deles em uma UTI, tempo que não me lembro de nada até sair da UTI. Os últimos 10 dias já me recordo de quase tudo, inclusive da ansiedade de ir pra casa no último dia. Ao chegar em casa com toda a dificuldade que a situação me impunha, falei pra mim, e agora? Como será minha vida daqui pra frente? O tempo deu a resposta. Apesar da lesão motora, não tive alteração na cognição. A fala ficou embargada devido à paralisia na laringe. Começou a reabilitação, com fisioterapia, hidroterapia, equoterapia (terapia com cavalo, muito bom bom para fortalecer a sustentação da coluna) e fonoaudiologia. O que não sabia, era que tinha Terapia Ocupacional, uma terapia voltada para movimentos finos, como o do braço e mão. Só comecei a T.O. um ano depois do AVC, sendo o ideal começar junto com a fisioterapia.
Como todos numa situação dessas, no primeiro momento veio a pergunta: Por Que? Como será minha vida daqui em diante? Passada primeira fase, veio a da conformação. Estava triste por não conseguir andar, então a fisioterapeuta que me atendia me disse o seguinte: "Rogério, o AVC que vc teve foi sério, provavelmente deixará sequelas e vc terá que aprender a se adaptar a esta nova situação, pois a vida não mudará, vc é que terá que encarar a vida de outro modo". Bem, fiquei pensado nestas palavras e cheguei à uma conclusão. "Preciso ter força de vontade e Fé, pois tudo é possível, vou conseguir". Bem, mas não foi tão simples assim, apesar da minha insistência a melhora era muito lenta, mas o que me confortava era a percepção de pequenas, mais importantes, melhoras no caminhar, mesmo com o auxílio de bengala, a fala foi melhorando, a face já não estava tão paralisada. Enfim, percebi que havia um longo caminho pela frente, e o tempo foi passando e hoje seis anos após o AVC, fiquei com hemiplegia do lado esquerdo devido à uma lesão, causada pelo AVC, na região tálamo-pultaminal, que segundo o neurocirurgião é uma lesão permanente. Mesmo hemiplégico à seis anos, e aposentado por invalidez, não me sinto incapaz, nem inferior, aceito minhas limitações. Faço quase de tudo, vou ao supermercado, faço compras, vou ao shopping, ao teatro, tudo isso sozinho e de ônibus. Como gosto de andar na rua e ver as pessoas, sentir o cheiro da vida! E estamos vivos, não é verdade? Isto é uma coisa que temos que agradecer à Deus todos os dias! Ah, uma coisa importantíssima, ainda faço fisioterapia até hoje, mas com foco diferente, voltado para o fortalecimento muscular, pois nesta situação, a melhora na condição muscular ajuda muito, principalmente no caminhar.
Bem, pessoal era isto que eu tinha pra contar. Se eu lembrar de mais algum fato interessante, que ajude os que estão passando pelo mesmo problema ou qualquer situação semelhante, darei o meu depoimento.
Abraços a todos,
Rogério Giro

11 comentários:

Flávia Daolio Formigai Lima disse...

Rogério
Peço licença para completar três coisas em seu depoimento.
1ª: Você é um batalhador! Sou testemunha de sua força de vontade em continuar trabalhando por vários anos ainda depois do AVC.
2ª: Você tem uma alegria, uma maneira tão otimista de lidar com a vida e com a necessidade de readaptar-se às novas situações, o que realmente faz toda a diferença no enfrentamento das dificuldades (sejam elas diretamente ligadas às seqüelas do AVC ou não), e o que o permite olhar e sentir as coisas belas e simples que a VIDA é capaz de possibilitar.
3ª: Você pode contar como o apoio e o carinho da sua família. Com certeza, isso também é fundamental em todo esse processo.
Agora só posso terminar lhe desejando BOA SORTE! e que continue trilhando seu caminho com tanta dignidade!
Grande abraço

Flávia Daolio Formigari Lima
Terapeuta Ocupacional
flaviadflima@yahoo.com.br

Anônimo disse...

ROGÉRIO,
PARABÉNS PELO SEU DEPOIMENTO, GOSTEI MUITO.
BOLA PRA FRENTE.

NILTON ZOTINI

Anônimo disse...

Primeiramente gostaria de parabenizá-lo pela força de vontade precisamos sempre ler depoimentos assim par continuar lutando.
Na verdade quem está passando por uma situação semelhante é minha mãe, teve uma isquemia e hoje após 1 ano ainda se recupera, apresenta melhora todos os dias, mas são lentas e por isso gostaria de lhe perguntar quanto tempo efetivamente você demorou para voltar a andar. Eu sei que cada paciente tem seu tempo, mas nós ficamos ansiosos. Obrigada
Ana Paula
ana_callejo@hotmail.com

Anônimo disse...

oi meu nome é francisco bruno tenho 21 anos, tive um avc no dia 22 de dezembro de 2010!!SE for possivel, me fale um pouco da sua recuperação, quais terapias foram mais eficiente, principalmente para a mão, pois estou com o membro superior 85% normal,enquanto o membro superior deve estar 55% normal(estou ainda sem os movimentos finos da mão!!
email:chico brunoesh@hotmail.com
PS: POR FAVOR, ME AJUDE ESTOU MEIO PERDIDO, ME IGA VC ESTA 100% NORMAL? ME DIGA O QUE MAIS FOI EFICIENTE, COMO FOI SUA ALIMENTAÇÃO,TERAPIAS MAIS IMPORTANTES PARA CADA MEMBRO
POR FAVOR MEW AJUDE ESTOU DESESPERADO!!
AINDA SOU UNIVERSITARIO ESTOU COM O CURSO TRANCADO, SOU ESTUDANTE DE MEDICINA
por favor me de umas dicas para tentar acelerar o trtamento, se não for muito encomodo,mande sua mensagem pelo email, por favor me ajude

francisco bruno farias rocha disse...

oi meu nome é francisco bruno, tive um avc no dia 22 de dezembro de 2010!!SE for possivel, me fale um pouco da sua recuperação, quais terapias foram mais eficiente, principalmente para a mão, pois estou com o membro superior 85% normal,enquanto o membro superior deve estar 55% normal(estou ainda sem os movimentos finos da mão!!
email:chico brunoesh@hotmail.com
PS: POR FAVOR, ME AJUDE ESTOU MEIO PERDIDO, ME IGA VC ESTA 100% NORMAL? ME DIGA O QUE MAIS FOI EFICIENTE, COMO FOI SUA ALIMENTAÇÃO,TERAPIAS MAIS IMPORTANTES PARA CADA MEMBRO
POR FAVOR MEW AJUDE ESTOU DESESPERADO!!
AINDA SOU UNIVERSITARIO ESTOU COM O CURSO TRANCADO, SOU ESTUDANTE DE MEDICINA
por favor me de umas dicas parara tentar acelerar minha recuperação!!
por favor me responda pelo email!!

Mais informações disse...

Bruno,

Escrevemos para o e-mail que nos indicou, mas não chegou ao destino.Esperamos que vc esteja melhor, tendo devida orientaçao para estimular sua recuperaçao. Como estudande de Medicina, procure ajuda junto a sua própria faculdade, professores. Na universidade deve existir uma equipe multidisciplinar.
EQUIPE dos Sobreviventes

Em busca da Intelectualidade disse...

EQUIPE DO SOBREVIVENTES,
queria pedi-los que reenviassem a mensagem que vocês me iam memandar,mas não deu certo,eu sou o FRANCISCO BRUNO FARIAS ROCHA.
eu havia pedido umas orientações, para tentar otimizar\acelerar o tratamento,mas sem querer dei um espaço ao digitar o meu email e percebi somente agora email correto(sem espaço):
chicobrunoesh@hotmail.com
Ahh queria pedir mais uma coisa se souberem algum tipode tratamento novo, que há em suas cidades.Voces poderiam me informar é porque eu encontrei um tratamento interessante em PERNAMBUCO,se quiserem depois eu envio informações a voces através do email q voces me enviarão
PS:perdoem-me o transtorno.
E AGRADEÇO A VOCES DESDE JÁ PELA A AJUDA

Isabella disse...

Rogério, minha tia teve um AVC-H, está há 7 dias na UTI, e tem se mexido muito apesar de ainda estar em coma. Gostaria que escrevesse algo pra eu ler pra motivá-la, além de sua história maravilhosa (que sei que já irá inspitá-la), gostaria que escrevesse algo diretamente pra ela. Muito obrigada !!

Roberta Guz disse...

Olá,parabéns pela sua força!
Mais uma inspiração para nossa família, minha mãe sofreu um avci muito extenso, paralisou o lado direito, perdeu a fala e teve afasia global t bem...
Faz um ano e 5 meses, diariamente fono, fisio e to, porém as limitações não são nada perto das dores. Muita dor q remédio nenhum ajuda.
Vc tem experiência para compartilhar?
Se possível pode me passar no email robertaguz@hotmail.com?
Muito obrigada!

Roberta Guz disse...

Olá,parabéns pela sua força!
Mais uma inspiração para nossa família, minha mãe sofreu um avci muito extenso, paralisou o lado direito, perdeu a fala e teve afasia global t bem...
Faz um ano e 5 meses, diariamente fono, fisio e to, porém as limitações não são nada perto das dores. Muita dor q remédio nenhum ajuda.
Vc tem experiência para compartilhar?
Se possível pode me passar no email robertaguz@hotmail.com?
Muito obrigada!

Roberta Guz disse...

Olá,parabéns pela sua força!
Mais uma inspiração para nossa família, minha mãe sofreu um avci muito extenso, paralisou o lado direito, perdeu a fala e teve afasia global t bem...
Faz um ano e 5 meses, diariamente fono, fisio e to, porém as limitações não são nada perto das dores. Muita dor q remédio nenhum ajuda.
Vc tem experiência para compartilhar?
Se possível pode me passar no email robertaguz@hotmail.com?
Muito obrigada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

TRANSLATOR

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish
Translator Widget by Dicas Blogger
Edit this page (if you have permission) | Report abuse Google Docs -- Web word processing, presentations and spreadsheets.