quantos estao lendo agora

gostou? recomende


segunda-feira, 27 de junho de 2016

Importância de rápido socorro


Sou do sul do Rio Grande do Sul e minha mãe estava arrumando-se para um baile da Semana Farroupilha no dia 12/09/2015 quando meu pai me ligou que ela havia caído e ele não conseguia levantar ela, fui correndo para casa, quando cheguei encontrei ela no sofá com o lado esquerdo paralisado, a boca torta, olhos fechados, com a fala enrolada, mas lúcida, me reconheceu.
Ligamos para o SAMU imediatamente, em breve chegou levando ela para o hospital de minha cidade, lá medicaram, cederam a pressão que estava em 26X13, após algumas horas dormindo o médico do plantão à acordou, ela falou meio enrolado e ele me disse que iria libera-la, mas bem na hora ela vomitou, então resolveu interná-la no hospital.
Após uma noite sem o médico plantonista aparecer no hospital e não podendo chamar o médico dela pois o plantonista teria que liberar,  ela continuava sonolenta, amanheceu o dia, ela cada vez pior nem falava mais.
Desesperada e com a ajuda das enfermeiras consegui leva-la para fazer uma tomografia do crânio, e ai a certeza, AVC hemorrágico.
Uma enfermeira me alertou e disse não deixa sua mãe aqui. Então pedi socorro para a chefe das enfermeiras e ela conseguiu uma transferência  com o médico do PA, pois o do hospital não havia aparecido até então e não liberava para chamarmos o médico da família.

Fomos para a cidade vizinha Graças a Deus tudo muito rápido, logo que chegou internou, ótimo atendimento, no outro dia já começou a fazer fisioterapia. A estadia no hospital foi de 12 dias tristes, pois ela variava muito, mal movimentava a perna esquerda, o braço esquerdo nada, mas reconhecia as pessoas e estava lúcida, lembrava-se de tudo.
Após a volta para casa os primeiros dias não foram fáceis, toda mole, não conseguia se movimentar, porém sempre teve muita vontade de vencer, se ajudava dia-dia, as fisioterapias se tornaram diárias, nossa rotina mudou tudo era em torno dela.
Mas graças a Deus e a uma ótima fisioterapeuta, vencíamos obstáculos a cada dia, ela melhorou progressivamente muito rápido, o dia que ela deu os primeiros passos, foi um dia histórico em nossas vidas.

Hoje 3 meses depois já está conseguindo dar os primeiros passos sozinha, sem a ajuda de nada nem de ninguém, o braço já se movimenta um pouco, mas ainda está com muitas dificuldades, mas temos a certeza que a cada dia ela irá evoluir mais e mais.

Estou escrevendo aqui pois este blog me ajudou muito para seguir em frente, não sabíamos como seria a recuperação pois muitas vezes os médicos não nos deixam as coisas claras, então li vários depoimentos e sempre acreditei que ela iria melhorar.
E também peço para quem esteja lendo nunca perca a esperança de que tudo irá ficar bem, pois um cardiologista nos disse que ela nunca mais iria caminhar e 3 meses depois ela já está muito bem, muito bem mesmo graças a Deus.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

TRANSLATOR

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish
Translator Widget by Dicas Blogger
Edit this page (if you have permission) | Report abuse Google Docs -- Web word processing, presentations and spreadsheets.