quantos estao lendo agora

gostou? recomende


domingo, 12 de setembro de 2010

CONVIVO COM AS SEQUELAS DO AVC

Estava tomando um chopp com a minha filha, voltei para casa, tentei abrir a porta e mais nada...
Tive um AVC isquemico, fiquei quinze dias no hospital entre CTI e quarto.
Voltei para casa paralítica do lado direito, numa cadeira de rodas, usando fraudão e ninguém entendia nada do que eu falava.
Fiquei revoltada com as sequelas do AVC e queria morrer.
Mas não há nada que o tempo não cure. Comecei a reabilitação e a tomar os remédios para que não aconteça de novo.
Já se passaram três anos, hoje eu ando com a ajuda de bengala, meu braço começa a dar o ar da graça e eu convivo com as sequelas numa boa.
A revolta e a vontade de morrer ficaram para trás, hoje eu sei que posso recuperar mais ainda do que já recuperei.
Ainda não ando sozinha por medo, mas vou andar.
Hoje faço fisio e hidroterapia, o que está me ajudando a melhorar.
Falo normalmente, mas continuo lendo todo dia e já estou escrevendo com a mão esquerda.
O ganho é fruto de exercícios repetitivos. É lenta a reabilitação mas vale a pena.
O AVC me deu paciência, acabou com a ansiedade. Estou mais calma e feliz.
Acho que o AVC me ensinou a dar mais importância a pequenas coisas que antes passavam batidas. Fiz um blog onde dou dicas para os sequelados, artigos de interesse de quem teve AVC, e escrevo como se fosse um diário, o endereço é: anamargarit.blogspot.com
Um beijo para todos, aguardo vocês lá.
Ana Margarit

30 comentários:

Anônimo disse...

Olá

Primeiramente parabéns pela força de vontade..acompanho minha mãe em sua recuperação e vejo como é dificil...você demorou quanto tempo pata voltar a dar seus primeiros passos? sei que cada pessoa tem sua história e seu tempo, mas gosto e ouvir histórias vitoriosas que nos dá esperança..Abraço Ana Paula

Anônimo disse...

Ola Ana.. Que Jesus continue te dando essa força de vida que me ajudou no momento em que eu estava lendo a sua historia. Parabêns e tudo vai ficar ainda melhor..Creia :-)

adriana disse...

Oi Ana foi lendo seu comentario,q me fortaleceu pois tenho 38 anos e tive um avci a seis meses onde fiquei dois meses sem andar,mais com ajuda de Deus estou ja andando,o q incomoda é uma dor de cabeça muito forte onde criou um medo de ter denovo,mais foi com sua força de vontade e primeiramente ajuda de Deus q vou mudar meu jeito se libertar da ansiedade,bjos e ficarei orando por nós!!!Adriana

Anônimo disse...

LUCIANE. AOU JORNALISTA . EU TIVE UM AVC EM JUNHO DE 2007. MEUS FATORES DE RISCO FORAM PRESSÃO ALTA, DIABETES E ESTRESSE NO TRABALHO. MINHA CARREIRA PAROU. PARECE QUE O CHÃO SUMIU. COMO RETOMAR A MINHA VIDA?. INICIEI A MINHA RECUPERAÇÃO. MEAMO LENTA , JÁ CONSEGUI ALGUNS AVANÇOS . JÁ COMECEI A ANDAR COM A AJUDA DE UMA BOTA ESPECIAL, QUE CHAMAM DE TUTOR. FAÇO FISIO DUAS VEZES POR SEMANA. ATÉ CAMINHADA JÁ ESTOU COMEÇANDO A FAZER. ENQUANTO ESTOU PARADA COMECEI A MONTAR UM LIVRO DE RECEITAS. EU ADORO CULINÁRIA. O LIVRO JÁ ESTÁ PRONTO. AGORA VOU INICIAR UM OUTRO PROJETO. COM A AJUDA DE UMA AMIGA MINHA, QUE É NUTRICIONISTA, ESTOU TRANSFORMANDO AS MINHAS RECEITAS EM RECEITAS SALDÁVEIS.O LIVRO VAI TER O NOME SABOR SAÚDE. PARA PEAAOAS QUE NÃO PODEM COMER QUALQUER COISA. AO MESMO TEMPO, ESTOU AGUARDANDO A MINHA APOSENTADORIA. JÁ FOI PEDIDA, MAS DEPRNDE DA APROVAÇÃO EM BRASÍLIA

Anônimo disse...

oi, ana, posso te chamar deana??
o meu "avc"foi em ago/2007, estava feliz pois havia conseguido minhaaposentadoria e um emprego, depois de 7 anos desempregado, estamos praticamente no mesmo estágio
com a diferença que já consigo andar um pouco sem minha amiga bengala cujo nome é PT-TYO é, o prefixo de um avião, um gde abraço, se

cleuzamariaguimaraes disse...

Oi Ana,li seu depoimento e vi que estamos na mesma situação. Em dezembro de 2008 também tive um AVC e passei 24 dias hospitalizada,sendo 10 na UTI.Perdi parte da memória e fiquei acamada por 7 meses, sendo dependente dos meus amados filhos.Hoje, com a memória recuperada e movimentos melhores, ando com o auxilio de uma bengala. Tenho muito medo de cair mas vou a luta. Ah, ia me esquecendo, como se não bastasse, o covarde do marido me deixou em seguida. Tive que buscar ajuda com psicólogo. Hoje estou bem,com o apoio de minha familia e acompanhamento de profissionais em fisio e equoterapia. Somos vitoriosas; voce me deu forças. Se me permite, tambem quero te passar o mesmo. Vamos a luta. Um grande beijo.Cleuza Rio Verde - Goias

DANI POSSATTO disse...

É ana, minha mãe também teve um avc, e ficou igualzinha a você, mesmo lado, mesmo problema de fala, faz 1 mes isso e ela já está conseguindo andar com minha ajuda e de meu noivo, e falar um pouco, isso tudo foi por incompetencia de um medido do Hospital são paulo, ela teve o avc na fente dele e ele mandou ela ir pra casa, mas não fomos, fomos para santo andre, no hospital mario covas, onde ela ficou 1 semana no quarto e teve otimos medicos la. la eu confio pois ela se curou de um cancer raro com essa equipe maravilhosa,peço a Deus que olhe. por todos esses medicos,inclusive pelo doutor Rodrigo aquele neuro que não quis nos ajudar no hospital sao paulo.
VAMOS REZAR MAIS, TENHO MUITA FÉ !!!DANIELA POSSATTO FALCI
ABRAÇOS

Anônimo disse...

A gnr pensa que nunca acontecerá próximo de nós. Minha mãe teve um aneurisma e durante a cirurgia evoluiu para um AVC. Após 15 dias de UTI e uma semana de quarto teve alta. A isquemia afetou a fala os movimentos do lado direito do corpo. É uma grande luta, para todos que estão perto. Com ajuda de Deus, fisioterapia e fono esperamos que em breve ela se recupere fisicamente. Está sendo uma oportunidade única de estarmos mais próximos, demonstrarmos carinho, amor...
Que Deus nos dê força e nos faça crescer. Abraço a todos.

Anônimo disse...

eu tive um avc, aos 14 anos de idade. Mas nem liguei, nem disse para os meus pais. só agora. mas não acreditam em mim. tenho 17 anos e to mt saudavel. :)

Eliane da silva nascimento disse...

meu nome é Eliane tenho 35 anos e a 2 anos tive um avc isquêmico que mudou toda a minha vida tenho sequélas do lado esquerdo e a minha mão é o que mais me incomoda,já ando,falo normalmente mais a mão o avc foi em deco rr~encia da válvula mitral,com a graça de Deus eu chego lá ,faço fisioterapias e tomo medicamentos.orem por mim e eu orarei por vcs grata Eliane

Eliane da silva nascimento disse...

meu nome é Eliane tenho 35 anos e a 2 anos tive um avc isquêmico que mudou toda a minha vida tenho sequélas do lado esquerdo e a minha mão é o que mais me incomoda,já ando,falo normalmente mais a mão o avc foi em deco rr~encia da válvula mitral,com a graça de Deus eu chego lá ,faço fisioterapias e tomo medicamentos.orem por mim e eu orarei por vcs grata Eliane

Anônimo disse...

Minha mãe sempre foi bem ativa,trabalhando e morando sozinha ela sempre se orgulhou da própria vida.Porém bebia até cair nos finais de semana e um dia num domingo ela estrapolou na dose,eu a levei para casa dela,minha mãe era bem desagradável bebada,eu a deixei em casa e na segunda fui lá ver como ela estava.Estava bem e riu da minha cara,por que eu não sabia aproveitar a vida(eu até bebo mas socialmente ,não preciso cair néh). Bem fui pra casa ate braba é verdade,na terça me ligam,alguém achou meu numero na bolsa dela quando ele teve um AVC na rua.fui ao hospital e o quadro era dos piores,mas ela estava lúcida,voltei no outro dia e ela estava toda torta achei que era por causa dos remedios,mas a médica que chamei falou que ela tinha tido um segundo AVC.O resultado é este,meu irmão levou ela para casa dele e tentou por sei meses,mas não aguentou e me entregou ela no dia 31/12/10. Eu desempregada com filho para criar e ela sem aposentadoria e cheia de problemas ,eu me vi num inferno mas consegui aposentar ela. hoje ela esta cada vez pior,fraldas,mamadeira,remedios e tudo o que só quem cuida de um acamado sabe que tem que enfrentar,pior como sou sozinha e continuo desempregad(nem tenho tempo néh)não saio de casa,estou cada dia mais triste e sem esperança,meus irmãos cada um com seus motivos não me ajudam em nada,e eu tudo que eu queria era uma semana livre desta obrigação que não pedi,levar minhas filhas no cinema e tentar viver minha vida como se tudo fosse normal,talves até namorar kkkkkk.Impossível pensar em mim ,no máximo ligar o note e fingir que tenho vida própria.Eu to cansada,e me pergunto até quando,eu até a coloquei num asilo mas ela pegou até sarna no local e eu tive de levar ela de volta prá casa,vivo num inferno ,ela está fora do ar totalmente,não diz coisa com coisa,fala até das intimidades dela tipo quando deu ,como deu( é isso mesmo ...sexo)ela fala disso o tempo todo. hoje ficamos sabendo que ela fez anal e dava porque gostava ,pode uma coisa dessas dentro de um lar com duas meninas de 14 e 6 anos.É horrivel e eu só to escrevendo aqui para desabafar um pouco enquanto ela tá lá no quarto gritando por socorro,e contando não sei pra quem que ela gosta disso e daquilo,que o fulano tá morto ,que vão matar ciclano esse tipo de coisa aqui em casa é 24hs.além disso ela tá com uma escara no dorso e eu tive de amarrar a mão dela para ela não arrancar os pedaços do próprio corpo, é ...é deprimente mesmo .então pensem bem nas minhas palavras e se puderem ao contrário da minha familia, unam se como familiares e tentem resolver a questão de maneira mais equilibrada por que deixar tudo para um só resolver é uma MERD...e fujam do copo cheio e de qualquer vicio que possa vir a deixa-los em cima de uma cama vitimas de si mesmos.se quiserem falar comigo meu msn é mil973msn@hotmail eu finjo bem que sou feliz,então é e isto .Obrigada pelo espaço,foi muito bom desabafar.

Anônimo disse...

Olá a todos , tive varios avcs transitorórios e as sequelas não foram as piores , mas o que me preocupa é que os médicos ainda não acharam o motivo ,é muito difícil mas todos vocês que sofreram isso continuiem crendo em JESUS:: VINDE A MIM OS CANSADOS E EU OOS ALIVIAREI!

Meu nome é David e tenho 30 anos apenas .
Abç! e Deus os abençoem!

Anônimo disse...

Há dois anos e nove meses minha mãe também fi acometida por um AVC. Hoje, ela caminha sem ajuda de aparelhos, fala perfeitamente e o braço direito começa a fazer pequenos movimentos, mas fico triste ao notar que minha mãe se tornou uma pessoa amargurada e triste, eu a vejo tão bem em relação a outras pessoas que tiveram a mesma doença. Gostaria muito que ela tivesse a mesma alegria de viver que você tem, pois se assim fosse eu tenho certeza que ela já estaria totalmente recuperada. Parabéns por continuar enxergando o lado bom da vida mesmo em meio à provação.

diogo disse...

olá ,no mes de março ao acordar em sentido para p o trabaho ão conseguia mexer mihas pernas minha boca foi ficando torta até então minha esposa me levou rapidamente para o hospital quando chegando lá foi decretado que estava tendo um avc isquemico fiquei durante 15 dias no hospital ,logo depois no mes de setembro estava sentindo minhas perna ,braço e cabeça do lado direito ficando dormente fiquei mais 07 dias no hospital ,hoje sinto muita tristeza ,a vida não tem sentido tenho 30 anos filho para criar só deus quepode amenizar o sofrimento ,fiquei com sequelas na fala , principalmente minha memoria .quem quiser mandar uma mensagem no e-mail diogojob@ig.com.br

Anônimo disse...

Oi meu nome é suzana sou do rj tenho 24 anos e tive avc a pouco menos de 3 meses to arrasada minha vida mudou tudo quando vou ao médico eles dizem “nossa mais você é tão jovem pra ter tido isso “ graças a Deus tudo que o avc me prejudicou voltou em questão de dias só sinto algumas fisgadas na cabeça, meu médico ainda investiga o motivo, a principal suspeita e quase certeza é que foi o anticoncepcional ainda estou em tratamento e não faço idéia do que vai acontece comigo, abraços.

GReis disse...

Olá Meu nome é Greiciane,tenho 33 anos e sofri um AVC em 2011 e outro no último dia 26. Fiquei 4 dias internada.Estou fazendo os exames para ver se descobrimos a causa. A médica desconfia do anticoncepcional. A sequela que ainda fica é uma pressão na cabeça como se tivesse alguém apertando minha cabeça depois vem dor, e a perna esquerda que sai do hospital perfeita e agora ta sem força. Mas com fé em Deus vou conseguir recuperar. Tomo medicamentos e vou começar com a fisio. Abçs a todos.

Jane disse...

oi meu é Jane,eu tive um avc isquematico em 20 de abril de 2013,fiquei 23 dias enternada desses 23 dias 11 na uti e desses 11 dias 8 o parelho q respirava por mim,foi muito dificil para minha familia ate porque eu nao me lembro d nada q aconteceu enquanto estive erternada,hoje posso dizer q sou um milagre d DEUS!!!minha recuperaçao tem sido maravilhosa...falo,ando e como noramlmente. Ja sai do hospital falando e andando com um pouco d dificuldade mas andando e falando,ainda sinto um pouco d dormencia na mao esquerda,tenho tosse as vezes e,um pouco d endurecimento no pulmao esquerdo.mas diante da gravidade do avc estou mto bem...tenho tomado os medicamentos,faço fisio e recebi alta da fono,continuo com o neuro,com o otorrino e o com hematologista e fazendo exercios de respiraçao e fala...mas tbm passei por momento d nao aceitaçao pelas limitçoes q o avc deixou em mim,mas venho aprendendo a viver um dia d cada vez e buscando minha recuperaçao total...O FATO DE ESTAR VIVA ISSO JÁ UMA GRANDE BENÇÃO NA MINHA VIDA. UM GRANDE ABRÇO E NUM DEIXE DE ACREDITAR EM DEUS.

Anônimo disse...

oi meu é Jane,eu tive um avc isquematico em 20 de abril de 2013,fiquei 23 dias enternada desses 23 dias 11 na uti e desses 11 dias 8 o parelho q respirava por mim,foi muito dificil para minha familia ate porque eu nao me lembro d nada q aconteceu enquanto estive erternada,hoje posso dizer q sou um milagre d DEUS!!!minha recuperaçao tem sido maravilhosa...falo,ando e como noramlmente. Ja sai do hospital falando e andando com um pouco d dificuldade mas andando e falando,ainda sinto um pouco d dormencia na mao esquerda,tenho tosse as vezes e,um pouco d endurecimento no pulmao esquerdo.mas diante da gravidade do avc estou mto bem...tenho tomado os medicamentos,faço fisio e recebi alta da fono,continuo com o neuro,com o otorrino e o com hematologista e fazendo exercios de respiraçao e fala...mas tbm passei por momento d nao aceitaçao pelas limitçoes q o avc deixou em mim,mas venho aprendendo a viver um dia d cada vez e buscando minha recuperaçao total...O FATO DE ESTAR VIVA ISSO JÁ UMA GRANDE BENÇÃO NA MINHA VIDA. UM GRANDE ABRÇO E NUM DEIXE DE ACREDITAR EM DEUS.

Cacá Molgora disse...

Resolvi ler sobre o AVC. Imagino a dor de vcs pessoal, mas pelo q vi deus deu a oportunidade para vocês de olhar a vida de outra forma podem falar, com dificuldades ou não, podem andar, não como antes, mas estão no caminho...Eu vivênciei uma história com a minha cunhada, namorava o meu irmão desde os 16 anos, tudo pronto para casar, a menina mais linda q já vi, entre as outras mulheres, sorriso, corpo perfeito, tinha acabado de se formar, estava linda em sua formatura, unhas pintadas, belíssimo vestido e maquiagem, estava com meu irmão há 10 anos, ambos com 26 anos de idade, 3 dias depois de sua formatura, na segunda- feira dia 05/09/2011 ela sofreu um avc isquêmico em sua casa, foi tão forte q a paralisou do pescoço para baixo, ela não fala, não anda, não mexe os braços, sua consciência não foi afetada, ela reconhece a gente, e nos comunicamos letra por letra com ela, e ela nos da o retirno com o dedo indicando sim ou não..Em Setembro faz 2 anos, o sonho do casamento, filhos não aconteceu, e hoje só resta a memória dos momentos bons q ela viveu com meu irmão...Ele cuidou dela por um ano, junto com minha mãe e a mãe dela, carinho não faltou, amor, cuidado, fisio, fono, a vida foi dura com a minha amiga, me pego chorando diversas vezes quando lembro dela, uma pessoa maravilhosa e fazia meu irmão sorrir, e com ela eu via o quanto ele se sentia seguro e protegido e vice e versa, ja me via como tia, o destino mudou a direção, meu irmão passado um ano decidiu se separar, nunca o vi chorando tanto, é um menino homem tendo q lidar com essa situação, nunca mais vi ele olhando para outra mulher com os olhos de menino apaixonado, os ventos mudaram a direção, mas ainda sonho com o dia q verei aquela menina linda e sorridente andar e q falta eu sinto das nossas conversas e o abraço verdadeiro...É isso galera, boa sorte para todos nós! O futuro é uma astronave q a cada dia tentamos pilotar! Abraço!

Cacá Molgora disse...

Resolvi ler sobre o AVC. Imagino a dor de vcs pessoal, mas pelo q vi deus deu a oportunidade para vocês de olhar a vida de outra forma podem falar, com dificuldades ou não, podem andar, não como antes, mas estão no caminho...Eu vivênciei uma história com a minha cunhada, namorava o meu irmão desde os 16 anos, tudo pronto para casar, a menina mais linda q já vi, entre as outras mulheres, sorriso, corpo perfeito, tinha acabado de se formar, estava linda em sua formatura, unhas pintadas, belíssimo vestido e maquiagem, estava com meu irmão há 10 anos, ambos com 26 anos de idade, 3 dias depois de sua formatura, na segunda- feira dia 05/09/2011 ela sofreu um avc isquêmico em sua casa, foi tão forte q a paralisou do pescoço para baixo, ela não fala, não anda, não mexe os braços, sua consciência não foi afetada, ela reconhece a gente, e nos comunicamos letra por letra com ela, e ela nos da o retirno com o dedo indicando sim ou não..Em Setembro faz 2 anos, o sonho do casamento, filhos não aconteceu, e hoje só resta a memória dos momentos bons q ela viveu com meu irmão...Ele cuidou dela por um ano, junto com minha mãe e a mãe dela, carinho não faltou, amor, cuidado, fisio, fono, a vida foi dura com a minha amiga, me pego chorando diversas vezes quando lembro dela, uma pessoa maravilhosa e fazia meu irmão sorrir, e com ela eu via o quanto ele se sentia seguro e protegido e vice e versa, ja me via como tia, o destino mudou a direção, meu irmão passado um ano decidiu se separar, nunca o vi chorando tanto, é um menino homem tendo q lidar com essa situação, nunca mais vi ele olhando para outra mulher com os olhos de menino apaixonado, os ventos mudaram a direção, mas ainda sonho com o dia q verei aquela menina linda e sorridente andar e q falta eu sinto das nossas conversas e o abraço verdadeiro...É isso galera, boa sorte para todos nós! O futuro é uma astronave q a cada dia tentamos pilotar! Abraço!

Cacá Molgora disse...

Resolvi ler sobre o AVC. Imagino a dor de vcs pessoal, mas pelo q vi deus deu a oportunidade para vocês de olhar a vida de outra forma podem falar, com dificuldades ou não, podem andar, não como antes, mas estão no caminho...Eu vivênciei uma história com a minha cunhada, namorava o meu irmão desde os 16 anos, tudo pronto para casar, a menina mais linda q já vi, entre as outras mulheres, sorriso, corpo perfeito, tinha acabado de se formar, estava linda em sua formatura, unhas pintadas, belíssimo vestido e maquiagem, estava com meu irmão há 10 anos, ambos com 26 anos de idade, 3 dias depois de sua formatura, na segunda- feira dia 05/09/2011 ela sofreu um avc isquêmico em sua casa, foi tão forte q a paralisou do pescoço para baixo, ela não fala, não anda, não mexe os braços, sua consciência não foi afetada, ela reconhece a gente, e nos comunicamos letra por letra com ela, e ela nos da o retirno com o dedo indicando sim ou não..Em Setembro faz 2 anos, o sonho do casamento, filhos não aconteceu, e hoje só resta a memória dos momentos bons q ela viveu com meu irmão...Ele cuidou dela por um ano, junto com minha mãe e a mãe dela, carinho não faltou, amor, cuidado, fisio, fono, a vida foi dura com a minha amiga, me pego chorando diversas vezes quando lembro dela, uma pessoa maravilhosa e fazia meu irmão sorrir, e com ela eu via o quanto ele se sentia seguro e protegido e vice e versa, ja me via como tia, o destino mudou a direção, meu irmão passado um ano decidiu se separar, nunca o vi chorando tanto, é um menino homem tendo q lidar com essa situação, nunca mais vi ele olhando para outra mulher com os olhos de menino apaixonado, os ventos mudaram a direção, mas ainda sonho com o dia q verei aquela menina linda e sorridente andar e q falta eu sinto das nossas conversas e o abraço verdadeiro...É isso galera, boa sorte para todos nós! O futuro é uma astronave q a cada dia tentamos pilotar! Abraço!

Cacá Molgora disse...

Resolvi ler sobre o AVC. Imagino a dor de vcs pessoal, mas pelo q vi deus deu a oportunidade para vocês de olhar a vida de outra forma podem falar, com dificuldades ou não, podem andar, não como antes, mas estão no caminho...Eu vivênciei uma história com a minha cunhada, namorava o meu irmão desde os 16 anos, tudo pronto para casar, a menina mais linda q já vi, entre as outras mulheres, sorriso, corpo perfeito, tinha acabado de se formar, estava linda em sua formatura, unhas pintadas, belíssimo vestido e maquiagem, estava com meu irmão há 10 anos, ambos com 26 anos de idade, 3 dias depois de sua formatura, na segunda- feira dia 05/09/2011 ela sofreu um avc isquêmico em sua casa, foi tão forte q a paralisou do pescoço para baixo, ela não fala, não anda, não mexe os braços, sua consciência não foi afetada, ela reconhece a gente, e nos comunicamos letra por letra com ela, e ela nos da o retirno com o dedo indicando sim ou não..Em Setembro faz 2 anos, o sonho do casamento, filhos não aconteceu, e hoje só resta a memória dos momentos bons q ela viveu com meu irmão...Ele cuidou dela por um ano, junto com minha mãe e a mãe dela, carinho não faltou, amor, cuidado, fisio, fono, a vida foi dura com a minha amiga, me pego chorando diversas vezes quando lembro dela, uma pessoa maravilhosa e fazia meu irmão sorrir, e com ela eu via o quanto ele se sentia seguro e protegido e vice e versa, ja me via como tia, o destino mudou a direção, meu irmão passado um ano decidiu se separar, nunca o vi chorando tanto, é um menino homem tendo q lidar com essa situação, nunca mais vi ele olhando para outra mulher com os olhos de menino apaixonado, os ventos mudaram a direção, mas ainda sonho com o dia q verei aquela menina linda e sorridente andar e q falta eu sinto das nossas conversas e o abraço verdadeiro...É isso galera, boa sorte para todos nós! O futuro é uma astronave q a cada dia tentamos pilotar! Abraço!

Anônimo disse...

Minha mãe teve um AVC a três meses e ainda não mexe o braço. Estou mt triste.

inez disse...

Me emocionei com muitos comentário pela dor de cada um.... Realmente a vida prega peças e cada pessoa tem um jeito de lidar com isto. No momento estamos muito apreensivos. Uma prima de 21 anos tem uma grave crise em que tdas suas taxa foram alteradas especialmente a diabetes que ela nem sabia que tinha. Saiu do hospital com dor de cabeça e no outro dia não estava enchergando. Foi internada e diagnoticada com AVC e está sedada. Não está enchergando e esta tendo convulsões. Estamos em oração pela cura de Angela e que Deus em sua infinita misericordia permita que ela saia desta sem sequelas especialmente que volte a enchergar. Abraços e força a todos.

Fabiana Silva disse...

Eliane c certeza vc voltara a ficar ótima.

Fabiana Silva disse...

Eu entendo suas palavras... imagino que seja muito dificil... mas vc acha mesmo q ela gostaria de estar assim em uma cama? Vc acha q ela nao esta sofrendo tbem? Pode acreditar q para o doente esta prisao no corpo é muito mas muito pior. E ela nao dorme? Passa ela no médico e pede um calmante.

gracinha feitosa disse...

Tive um AVC ISQUEMICO em fevereiro de 2013
Hoje a minha sequela é maior na mão esquerda já estou fazendo Fisioterapia desde o inicio melhorou um pouco pois a mão não abria hoje já pega em muitas coisas, mas para mim tornou-se difícil uma vez que uma aplicação de botox deixou o braço está do lado oposto, mas faço terapia todos os dias! De modo que está do ao contrário!

putra armada disse...

Jasa Sedot Wc Jakarta

Anônimo disse...

Passei por isso com minha mae.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

TRANSLATOR

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish
Translator Widget by Dicas Blogger
Edit this page (if you have permission) | Report abuse Google Docs -- Web word processing, presentations and spreadsheets.