quantos estao lendo agora

gostou? recomende


segunda-feira, 12 de março de 2012

Com fé e esperanças, aguardando alta


    Primeiramente gostaria de agradecer por terem criado este blog pois sendo assim tenho mais esperança depois de ler estes relatos.

   Meu pai é uma pessoa muito ativa ele tem 64 anos e nunca parou de trabalhar mesmo já sendo aposentado por tempo de serviço, ele ainda prega nas igrejas e canta nunca sentiu nada, nem nunca tinha tido nenhum problema de saúde.

    O que aconteceu foi assim. No dia 25/02 sai eu meu pai , minha mãe e meu marido fomos até a casa de minha avó pois meu pai é evangélico e sentiu que precisava orar por ela. Estávamos muito felizes e ele mais ainda porque não iria mais precisar trabalhar aos sábados somente de segunda a sexta,a noite ele foi fazer uma pregação em uma igreja em outra cidade chegou em casa bem porém quando foi de madrugada começou a vomitar e fazer xixi na calça sem sentir sabe, daí minha mãe falou com ele que teria que levá-lo ao médico pois ele não estava bem mas ele não concordou e disse que iria melhorar, porém depois ele continuou vomitando mas não tinha força pra ir ao banheiro não falou e ficou só olhando pra cara da minha mãe sem falar nada ai ela deu pra ele bicarbonato com limão onde ele melhorou um pouco, porém depois de alguns minutos ele começou de novo daí minha mãe chamou minha tia e o vizinho que o levou prontamente para a upa chegando lá o medico disse que ele estava com a pressão altíssima e que sua glicose estava em 500mg.

  Daí ele medicou ele o tempo foi passando porém a pressão não baixava , nem a glicose e meu pai estava confuso, daí ele foi transferido para o hospital regional onde ele fez uma tomografia e foi constatado que ele teve um AVC Hemorrágico, porém, o médico chegou a te a mim e disse que o diagnostico e disse que a lesão não era passível de cirurgia e nem tinha medicamento, que o próprio organismo dele é quem tinha que absorver e começar a reagir, nossa fiquei desesperada sou filha única e desde sempre sou muito apegada a meus pais, daí disse que ele teria que ficar  na sala de politraumatizados esperando vaga para o CTI.
  Porém fomos embora e voltamos no outro dia no horário de visita ele estava melhor respondia aos nossos chamados com a voz baixa e também nos conhecia, e desta vez o medico não disse nada que ele teria que ir para o CTI disse apenas que da  parte neurológica ele estava estável e que estava difícil era manter a pressão dele pois a mesma oscilava muito porém a glicose estava sendo controlada  com insulina.

   E nos ouvimos esse mesmos discurso até o dia 07/03  porém teve dias em que eu vi meu pai se sentar na cama outros dias íamos lá e ele nem acordava mas na maioria dos dias pelo menos mexer com a cabeça ele mexia pra nos responder.
pois no dia 08/03 nos falaram que se ele conseguisse permanecer com o a pressão estabilizada com uma quantidade baixa de medicamentação por 24 horas ele já sairia desta sala de politraumatizados e iria pra enfermaria .
  No dia 09/03 que foi sexta feira agora ele foi para a enfermaria ainda um pouco sonolento mas respondia a gente sempre, no dia 10/03 no sábado fiquei com ele o dia todo até as 19:30 conversamos bastante ele até me perguntou se eu tinha tomado meus remédios direitinho pois tenho insuficiência cardíaca.Eu fiquei feliz porém meu marido ficou com ele anoite e ele nem dormiu direito pois a sonda que ele estava para urinar estava machucando ele, daí ele ficou a noite acordado e no domingo também o dia todo acordado só descansou um pouco quando eles trocaram a sonda por um outro tipo menos invasiva, que fica apenas do lado de fora  pois ele não conseguia urinar , daí na hora que tirou a sonda ele urinou bastante ai ele conseguiu descansar.

    Meu marido passou essa madrugada com ele e meu pai não dormiu direito ele até puxou a sonda de alimentação e a retirou por completo porém a enfermeira disse que se ele ta conseguindo tomar água ele já deveria conseguir alimentar sopa sem sonda, eles até tentaram dar pra ele comprimido pra ver se ele engolia sozinho e ele conseguiu , porém como a fonoaudióloga até hoje às 12:47 não havia passado tiveram que colocar a sonda novamente pois ele não estava alimentando.

   Tenho fé em Deus que meu pai vai sair dessa e que em breve está conosco em nossa casa e sem sequelas pois ele está mexendo todos os lados do corpo, só que no lado direito está mais devagar.
   E as histórias que vocês postaram só aumenta a minha fé.

Obrigada.
  
Aline Passos - Betim - MG

Um comentário:

LIGIA DE MELLODIAS disse...

Saiba o meu relato...
Nunca tive doenças quando estava na 3a idade. Fui na medica e ela me passou uns remédios para controlar a menopausa dai falei que não tinha as safenas, pois já tinha operado varizes. Numa noite quanto fazia 20 dias que tomava o tal remédio para menopausa acordei para ir ao banheiro e cai sem fala sem andar. Eu fiz barulho para acordar meu marido ele chamou uma vizinha para ajudar. Fui para o hospital e os médicos chamaram o meu marido e meus filhos para dar o diagnostico. Ele falou a Ligia vai ficar paralitica não vai falar uma palavra sequer e não vai ler por que ela perdeu 45% do cérebro.
O motivo do AVC foi inexistente, por que ela tem uma saúde perfeita.
Meu filho Saulo que tem muita Fe em JESUS CRISTO falou para os médicos nos cremos DEUS e minha mãe vai sair daqui deste hospital andando. Eu fiquei dois dias em coma no terceiro dia sai do coma. Uma enfermeira chegou assim no meu quarto pediu ao meu filho me ajude a botar sua mãe numa cadeira de rodas. Este meu filho e muito alto ele tem 1.95m. Me pegou de costas para ele e disse anda mamãe anda em nome de JESUS. Eu sai andando, sem mancar! Eu moro na Barra da Tijuca e minha fono era em Copacabana. Eu tive a isquemia em agosto de 1999, quando foi em dezembro de 99 eu ia da Barra para Copacabana dirigindo, meu marido ia do meu lado. Falei e li com 6 meses +ou- A fono me falou procure um medico, pois vc esta ficando rouca. Procurei e descobri dois câncer na minha garganta. O medico me tirou as tiróides e uma corda focal e os nervos. Durante a operação eu tive uma falta de ar e o medico me abriu uma traqueotomia.Ele disse que talvez eu não falasse mais pela boca. Mandou comprar um aparelho para eu botar na garganta para eu falar por ele. Eu fiquei toda inchada no segundo dia depois da operação e acredite eu falei pela boca isso foi em 2002. Em 2008 eu tive um segundo câncer na garganta e o medico mexeu no meu ombro dizendo que eu ia ficar com meu ombro mais baixo. JESUS me curou eu não fiquei com o ombro mais baixo. Em 2009 fui ao medico ele disse você tem mais dois câncer na garganta e se eu for operar vc do lado direito, provavelmente vc vai ficar usando traqueotomia para o resto da vida. Ele me operou e não tinha câncer do lado direito JESUS me curou! Tive um marido que sofreu doença de Parkinson durante 11 anos. DEUS me deu paciência, amor para cuidar dele.E, ele veio falecer ano passado.
DEUS,JESUS CRISTO E O ESPIRITO SANTO NUNCA, NUNCA ME DEIXARAO SO!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

TRANSLATOR

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish
Translator Widget by Dicas Blogger
Edit this page (if you have permission) | Report abuse Google Docs -- Web word processing, presentations and spreadsheets.